Acompanhe-nos nas redes sociais:
img1
img2
img3
img4
LOCALIZAÇÃO

A mais antiga referência a esta freguesia consta num documento de 953 "subtus montis Terroso". O seu topónimo deve provir do latim terrosu, significando "cheio de terra" ou "com terra misturada" e referindo-se ao monte amuralhado ou à “cividade”. Deste mesmo monte nasciam as límpidas águas que, através do aqueduto erigido no séc. XVII, eram levadas para o convento de Santa Clara (aqueduto este composto por 999 arcos). Até à reforma liberal, pertenceu ao concelho de Barcelos e, nessa altura, passou para o da Póvoa de Varzim.


A cividade de Terroso é provavelmente uma das mais emblemáticas estações arqueológicas da Idade do Ferro do Noroeste Peninsular. Entre as bacias hidrográficas do rio Cávado, a Norte, e do Ave, a Sul, estende – se, ao longo da costa, uma ampla planície, pontuada por alguns relevos que, apesar da sua escassa altitude, possuem um esplêndido domínio sobre a paisagem envolvente.


Terroso situa-se a cerca de 5 km a nordeste da cidade da Póvoa de Varzim, tendo como limites as freguesias de Rates a noroeste, Laúndos a norte, Estela a noroeste, Navais a oeste, Amorim a sudoeste, Beiriz a sul e Rio Mau (já no concelho de Vila do Conde) a este. Na região existem dois grandes cursos de água: o Cavado (a norte) e o Ave (a sul). A freguesia de Terroso tem uma superfície de 4,63 km2 área. A densidade média é de 533,9 habitantes por km2.